100 metros barreiras...

Nesta ultima semana, ao fim do dia, eu e o piolho temos ido dar um passeio a pé pelo bairro (claro que a pé, só mesmo eu...o piolho vai de rabo tremido a abanar os pézitos!). E quando chego a casa, tenho a sensação que passei o passeio a rogar pragas:

1º Aos senhores/senhoras que estacionam os carros em cima dos passeios...resultado, tenho de ir com o carrinho para a estrada!

2º Aos senhores/senhoras que levam os cãezinhos a passear e ignoram os troféus que os ditos cãezinhos deixaram nos passeios...resultado, tenho de ir com o carrinho para a estrada!

3º Aos senhores/senhoras urbanistas que tiveram a excelente ideia de plantar arvores e candeeiros mesmo,mesmo no meio dos passeios, de tal forma que os carrinhos de bébés não passam nem por um lado, nem por outro...resultado, tenho de ir com o carrinho para a estrada!

Mas no meio disto tudo, ainda me posso considerar uma sortuda. Isto porque moro num bairro residencial de vivendas, em que básicamente as pessoas que aqui vivem, só cá estão para dormir e no fim de semana. Não há comercio, nem industria...pelo que o transito é pouco, e posso andar na estrada sem grande perigo. As pragas que não rogarão as pessoas que andam com carrinhos de bébé, por exemplo, em Lisboa...

(por muito que me custe - muito, mesmo muito - nisto os espanhois batem-nos aos pontos...passeios largos, muitos deles especialmente pensados para carrinhos de bébé, cadeiras de rodas, etc e tal)

tags:
desabafo por F. às 21:51
link do post | Diz aí | favorito